Desenvolvimento, avaliação e intervenção Interdisciplinar com bebês e crianças de 0 a 3 anos

10/03/18
access_time N / D
location_on Santo André-SP

Descrição do Evento

Introdução
Atualmente acompanhamos um aumento exponencial da incidência dos diagnósticos psicopatológicos da infância. Estes são baseados nos critérios do Manual Diagnóstico e Estatístico dos Transtornos Mentais (DSM), que se encontra agora em sua 5ª edição, e da Classificação Internacional das Doenças (CID 10) que partem de uma visão organicista e determinista dos distúrbios, sem levar em conta a subjetividade, tanto do sujeito submetido à patologia como daquele que o submete ao diagnóstico.

São imprecisos os números em torno da incidência e da prevalência epidemiológicas dos distúrbios do desenvolvimento e dos transtornos mentais na infância na maioria dos países em desenvolvimento. Os relatórios da OMS de 2001 apontavam para uma incidência de 10 a 20% destes transtornos na infância, afirmando ainda que os transtornos mentais durante a infância e adolescência são comuns, mas é insuficiente a atenção dada a esta população tanto em relação ao diagnóstico quanto ao tratamento.

Estudos científicos mostram que em torno de 15% das crianças atendidas em consultas pediátricas apresentam distúrbios de comportamento, mais comumente déficit de atenção e hiperatividade, ansiedade e depressão. Se levarmos em conta ainda a evolução no número de diagnósticos do Transtorno do Espectro Autista, as estatísticas levantadas pelos Centros Americanos de Controle de Doenças (CDCs) mostram um aumento alarmante na prevalência do autismo.

Os CDCs apontam que, em 2007, havia 1 criança com autismo para cada 150 crianças, aumentando para 1 em cada 110 crianças em 2009 e para 1 em cada 88 crianças em 2012, o que significa um aumento de quase 70 % em 5 anos.

Desta forma, é fundamental a capacitação de profissionais envolvidos nos cuidados com os bebês e crianças pequenas para que estejam habilitados a identificar precocemente os sinais de risco para o desenvolvimento, possibilitando assim a intervenção a tempo de evitar, ou minimizar, a cristalização da patologia, que se manifesta das mais variadas formas, tornando imprescindível o olhar interdisciplinar.

Sabe-se que, quanto mais cedo é realizada a intervenção necessária ao bom desenvolvimento do bebê, melhores são os resultados, uma vez que, assim, temos a oportunidade de lidar com os sinais patológicos antes que os mesmos se cristalizem, durante fase de intensa plasticidade cerebral de início do desenvolvimento psíquico.

Descrição
O curso de capacitação teórico-prática sobre desenvolvimento, avaliação e intervenção Interdisciplinar com bebês e crianças de 0 a 3 anos tem por objetivo:

– Promover uma compreensão interdisciplinar do desenvolvimento do bebê e da criança pequena
– Apresentar as peculiaridades do desenvolvimento dos bebês nascidos prematuros
– Capacitar profissionais da área da saúde na identificação precoce de riscos para o desenvolvimento infantil
– Apresentar recursos para avaliação dos riscos para o desenvolvimento infantil
– Capacitar profissionais da saúde a realizar cuidados relacionados à promoção de saúde, bem como preventivos e interventivos com bebês e crianças pequenas.

Para isso, o curso será dividido em 3 módulos ao longo do ano, cada qual comportando carga horária de 74 horas/aula, ministradas por profissionais especialistas na atuação interdisciplinar com bebês e crianças pequenas.

Conteúdo Programático
Módulo I: Introdução ao desenvolvimento de 0 a 3
• Conceito de desenvolvimento a partir de uma perspectiva interdisciplinar
• Desenvolvimento físico-neurológico
• Desenvolvimento psíquico
• Desenvolvimento da linguagem
• Desenvolvimento motor
• Desenvolvimento cognitivo
• Desenvolvimento emocional
• Peculiaridades do desenvolvimento do bebê prematuro

Módulo II: Avaliação de bebês e crianças pequenas
• Patologias da primeira infância
• Identificação precoce de riscos para o desenvolvimento
• Prematuridade e risco para o desenvolvimento
• Avaliação interdisciplinar e sua importância no contexto da primeira infância
• Avaliação fonoaudiológica (fala/linguagem, audição, motricidade oral)
• Avaliação motora (AVDs, psicomotora, processamento sensorial, desenvolvimento motor)
• Avaliação psicológica (psíquica, cognitiva, socioemociomal)
• Avaliação médica (puericultura, neurológica)
• Estudo de caso

Módulo III: Intervenção a tempo
• Ações de prevenção e promoção de saúde na visão interdisciplinar
• Modelos de intervenção
• Puericultura interdisciplinar
• Estratégias de intervenção e acompanhamento interdisciplinar com grupos de bebês e crianças pequenas
• Estudos de caso

Informações

  • Data: de 10/03/2018 a 10/11/2018
    Este evento já aconteceu. Que pena!
    Você pode descobrir mais informações sobre as próximas edições enviando uma mensagem para o organizador.
  • Local: Santo André, SP
  • Endereço: rua vitoria regia 1095, Campestre, Santo André - SP
  • Responsável: Dra. Ana Paula Magosso Cavaggioni
  • Telefone: 1144241284
  • Site: Clique aqui para acessar
  • Outros contatos:
    11 23115968
  • Inscrições até: 09/03/2018

Receba novidades e promoções ;)

AjudaNão encontrou o que procurava?